Helena Blavatsky

A Natureza revela os seus mais íntimos segredos e partilha a verdadeira sabedoria somente àquele que busca a verdade por amor à própria verdade, e que aspira ao conhecimento para conferir benefícios aos outros, não à sua insignificante personalidade.”

Aquele que priva da luz qualquer um dos seus semelhantes, ou do bem, ou da assistência criteriosa que lhes poderia dar, e vive para a acumulação de bens materiais, para a própria satisfação pessoal, é o verdadeiro ladrão. Aquele que rouba dos seus companheiros a preciosa posse do carácter, pela calúnia ou qualquer espécie de desvirtuamento, não é senão um ladrão, e da pior espécie.”
Uma lei oculta ensina que todo o homem que corrige os seus defeitos individuais, com isso aperfeiçoa, por pouco que seja, o organismo de que é parte integrante. Do mesmo modo, ninguém peca ou sofre os efeitos do pecado, sozinho. De facto, não existe nenhuma ‘separatividade’. A mais achegada aproximação desse estado egoísta, que as leis da vida permitem, está na intenção ou motivo.”

License

This work is published under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.5 License.