Xisustro – o Noé Caldeu

 Uma das pistas mais preciosas de que podemos dispor para conhecer o longo passado da nossa Terra (e dos seres que nela habitam) é, sem dúvida, o testemunho unânime, ou pelo menos alargadamente repetido no espaço e no tempo, sobre a ocorrência de determinados factos.

Sensatamente, não devemos desprezar esses testemunhos. Fazê-lo, seria incorrer no […]

VISHVAKARMAN

O termo desta vez escolhido, por referência à letra “V”, é também transliterado do Sânscrito por Vishvakarman, Vizvakarman ou Vichavakarman.
Vishvakarman, proeminente na cosmogonia-mitologia da Índia, é o Arquitecto ou o Artífice divino do Universo, frequentemente identificado com Prajâ-pati 1 e 2 (Brahmâ), embora por vezes mencionado como filho de Brahma. A tradução “Artífice” tem a […]

Tiphereth

Tiphereth é o pretexto, na letra “T”, para introduzirmos o tema da Cabala e da Árvore da Vida. É, na verdade, não mais que uma introdução, porque o assunto, pela sua revelância, pelo mundo imenso de significados e implicações que comporta, pelas múltiplas interligações que permite, justificaria por si só um volumoso livro.

Substância

“A existência da matéria, então, é um facto; a existência de movimento é outro facto, e a auto-existência ou eternidade e indestrutibilidade deles constitui um terceiro facto (…). O Movimento É Eterno porque o Espírito é eterno”.
Cartas dos Mahatmas para A. P. Sinnett
“A concepção de matéria e espírito como total e eternamente diferentes jamais poderia […]

Renascimentos

A Doutrina Secreta de Helena Blavatsky, a obra maior de Ciência e Filosofia Oculta à disposição do público, apresenta, no seu Proémio, uma síntese magnífica de tudo o que é essencial e causal para a compreensão dos Mistérios da Vida e do Ser, formulada nas suas três proposições fundamentais. Nelas, encontramos o ponto de partida […]

Queda

Introdução
A referência a uma Queda (ou a várias Quedas) de Entidades Espirituais em Idades remotas (ou no princípio do tempo, se não mesmo dando origem ao tempo), bem como a uma ou várias Guerras nos Céus, e a um ou vários Rebeldes, pode ser encontrada nas mais diversas religiosidades, teologias e mitologias. Assim é, como […]

Parabrahman (e Paramâtman, Para-Purusha, Paranishpanna…)

Introdução
O étimo Para, em sânscrito, transmite a ideia de “infinito”, “de absoluto”, de “supremo”, de “derradeiro”, de “último limite”, de mais elevado, de superior, de alheio, de diferente, de anterior e posterior; em geral, de “aquilo que está mais além de”.
O recurso, de algum modo frequente, a palavras com este prefixo Para justifica-se, em Ocultismo, […]

Ordem

Nos anos mais recentes, a noção de Ordem é pouco popular, em especial entre os mais jovens e em alguns países ocidentais, incluindo os meios ditos de espiritualidade; contudo, se bem entendida, não implicando rigidez nem tiranias, a ordem é fundamental para a evolução e a felicidade autênticas, tanto individuais como colectivas.
Em grande medida, a […]

Nirvana

O conceito de Nirvâna aparece normalmente associado ao Budismo embora tanto o sentido como, inclusive, a própria palavra sejam utilizados independentemente da vida e do Ensinamento do Buddha Siddhartha Gautama (1). Existem no Hinduísmo, embora mais usualmente sob a designação de Moksha.
O sentido do Nirvâna
O termo, sânscrito (2), pode ser decomposto em dois étimos: Nir, […]

Mâya

Maya é uma palavra sânscrita que significa, genericamente, ilusão. Essa ilusão pode ser tanto cosmológica quanto psicológica; pode respeitar a toda a existência fenomenal ou às percepções da mesma. Assim, na verdade, o conceito comum, ocidental, de ilusão, é muito mais restrito do que o implicado no termo sânscrito.

Realidade e Ilusão
O entendimento desta noção de […]