Spinoza

Las traslúcidas manos del judío
labran en la penumbra los cristales
y la tarde que muere es miedo y frío.
(Las tardes a las tardes son iguales.)
Las manos y el espacio de jacinto
que palidece en el confin del Ghetto
casi no existen para el hombre quieto
que está soÃL;±ando un claro laberinto.
No lo turba la fama, esse reflejo
de sueÃL;±os en […]

O Infante D. Henrique - Entre o mito e a realidade

Terceiro filho do glorioso rei D. João I, fundador da 2a Dinastia e de D. Filipa de Lencastre, o Infante D. Henrique nasceu no Porto em 1394 e morreu em 1460.
É digno de nota o cultivo dos sentimentos de união familiar que era apanágio da casa ilustre de Avis, num século de violências e egoísmos […]

Nicholas e Helena Roerich - Um Casal Ígneo

“Os artistas, objectivadores do Real, libertadores da tristeza e da dor, construtores da alegria que alenta e renova, devem ser considerados como verdadeiros patronos da Nova Idade.
Ao estabelecerem a ponte sensível entre o mundo interno de beleza, de significados, valores e ideias, e o mundo das formas externas, eles vivem uma estreita relação com as […]

Olof Palme

“Como diz Cristo, cada dia tem a sua própria tarefa. O heroísmo de cada dia, o bem que hoje posso fazer, as circunstâncias difíceis que hoje tenho de ultrapassar, o que hoje Deus quer de mim, isso há-de ser a minha maior consolação, o meu maior triunfo, a minha maior glória.”
Jacobo Hevia
“Viemos vê-lo, não só […]

O Serviço de Alice Bailey

Nascida na Inglaterra vitoriana do final do Séc. XIX, e falecida em Nova Iorque em 1949, Alice Bailey, uma grande servidora da Humanidade, deixou assentes as bases de um movimento conducente a uma nova cultura de valores espirituais, além de situar de uma forma ordenada e credível a existência e o trabalho dos Mestres de […]

Annie Besant - A Magia do Verbo

Embora Annie Besant tenha escrito, algures, que nenhum outro epitáfio para si mesma desejava excepto o de que “ela procurou seguir a Verdade”, a sua figura é tão imensa e luminosa, que os mais belos adjectivos, os mais inspirados epítetos lhe foram consagrados por muitos dos que se puderam inteirar da sua natureza ímpar. […]

Helena Blavatsky - A Sabedoria Universal

Considero que ter existido alguém como Helena Petrovna Blavatsky é um motivo de legítimo orgulho para a Humanidade e, em particular, para aqueles que (como eu) defendem e se esforçam por fundamentar e dignificar ideias semelhantes às que tão sabia e profusamente expôs.
Temos para nós que é impossível que alguém, dotado de conhecimento, de […]